Castidade masculina – porque sim?

 (foto ilustrativa)

Em quais níveis a castidade masculina é tão prazerosa para os homens (sim, é!) e porque disso? 

Fatos sobre a castidade, a libido, o orgasmo masculino entre outros comportamentos que venho observando. E conversas com meus subs e com amigas, me levaram a uma pesquisa detalhada e a formação de uma opinião pessoal sobre o assunto. Claro que existem muito mais a respeito e também opiniões diferentes. Eu quero “ouvir” os comentários depois! Enjoy it!

A LIBIDO

A libido masculina e feminina parecem trabalhar um pouco diferentes, a nível biológico. A libido masculina tende a ser construída gradativamente ao longo do tempo por conta própria, mesmo na ausência completa de estímulos sexuais, quanto mais tempo ele fica sem ejaculação (orgasmo), eventualmente chegará em um “pico”, um ponto que parece variar de acordo com a idade e a saúde em geral – a genética e os níveis de testosterona provavelmente contam.

MASTURBAÇÃO 

O que a maioria dos caras fazem quando começa a sentir aquela vontade? Bem, a maioria parte para a masturbação. Fato descoberto muito antes de se tornarem sexualmente ativos.

ORGASMO

Então – o orgasmo masculino faz liberar uma agradável e gostosa mistura de ocitocina e dopamina (o “hormônio de ligação” e “hormônio do prazer” em geral, respectivamente), e bummmm! Mas… em algum lugar ao longo do caminho, tadinhos (só que não, rs); eis que a natureza do homem seleciona pra eles um freio, dessa adorável sensação orgásmica, através de um hormônio chamado prolactina.

ENTENDENDO OS HORMÔNIOS 

A prolactina é despejada pelo cérebro logo após o orgasmo masculino, e suprime diretamente a ocitocina e a dopamina. Esta é a principal razão pela qual o orgasmo peniano típico dura apenas cerca de dez segundos (se tiverem sorte), e é também a origem do período refratário do sexo masculino.

PROLACTINA: A VILÃ

Então, qual é o problema? O grande problema é que a prolactina leva mais tempo para ser reabsorvida pelo organismo do que a dopamina e ocitocina. E suprime esses dois hormônios. Então o cara acaba num estado onde ele tem muita prolactina, resultando em uma dose persistentemente baixa dopamina e oxitocina, que o faz sentir-se uma porcaria.

O que eles fazem uma situação como esta? Bem, a maioria dos caras, provavelmente, fazem a mesma coisa que os fez sentir bem da última vez – masturbação ! E começam uma outra busca do mix de dopamina e oxitocina – mas o seu cérebro também despeja mais prolactina em seu sistema. Aí lá vão novamente… Várias vezes num ciclo, tentando parar de se sentir um lixo e cada vez, apenas aumenta o problema. Eles literalmente se tornam um viciado em drogas, e o negociante é o seu próprio cérebro.

CASTIDADE

O que a castidade masculina faz (com ou sem um dispositivo) é jogar uma chave de macaco nesse ciclo vicioso. Dando uma pausa longa o suficiente do orgasmo, o cérebro, eventualmente, reabsorve toda essa prolactina, permitindo que os níveis de dopamina e oxitocina voltem ao normal. Isso é bom – tão bom, na verdade, que a maioria dos homens que tentam a castidade longo prazo acabam declarando eles preferem essa experiência, ao invés de alguns breves momentos fugazes. 

Eles ainda podem ter relações sexuais, orgasmos consentidos com x frequência, limitado por sua parceira, que irá controlar o número de vezes que ele poderá chegar ao orgasmo e de qual forma irá acontecer. E o melhor, oque ele terá de fazer pra merecer.

Isto pode ser muito vantajoso para as mulheres, que normalmente têm o problema oposto: não recebem orgasmos suficientes. A castidade masculina parece resolver esses dois problemas. É como entrar num jogo de excitação e controle, muito prazeroso para ambos os lados, se bem conduzido. Legal né?

Eu particularmente adoro a castidade, como já disse em outro post, sempre me deu muito prazer deixá-los sob a negação e sofrendo, e decidir quando e como terão algum tipo de prazer ou….. nenhum ! Essa para mim é a maior entrega de um escravo! Mesmo sendo a castidade controlada isoladamente de outras práticas, ou somadas a práticas de cuckold, Sissys ou outras. Não importa, vamos deixar os fetiches e a imaginação fluir!

Mas só funciona se você for honesto e não se enganar. Se você está se sentindo tentado, precisa dizer a sua keyholder, assim ela poderá ajudá-lo a encontrar maneiras, de passar pela parte mais difícil (que é o pico descrito anteriormente).

Precisa ser honesto consigo mesmo e muito!

Parafraseando, mas de minha autoria:

“O verdadeiro significado de estar sendo dominado por uma mulher inteligente e poderosa é, que você será capaz de explorar com muita profundidade os sentimentos que o acompanham.”

Acredito ser esse o conceito para o início de qualquer contato em qualquer que seja o fetiche….

Enfim, só posso ser honesta também:

Acredite em mim, isso vai ser difícil. A castidade controlada será uma das coisas mais difíceis que você já fez, na verdade – você está tentando quebrar um caminho de recompensa que tem sido continuamente reforçado, quase todos os dias de sua vida desde a puberdade.

Pergunte-se é isso que eu desejo? Então vá em frente e descubra os seus limites!
Algumas das fontes de pesquisa:

http://www.abril.com.br/noticia/comportamento/orgasmo-dura-10-segundo-media-391165.shtml

https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Ejaculação

http://www.vilamulher.com.br/sexo/hormonios-e-prazer-26998.html

Key Holder – castidade controlada por Mistress Charlotte

Mistress Keyholder chastity cuckolding

Pra começar, pra quem ainda não sabe existem dois tipos de homens, os alfas, garanhões comedores, confiantes que encontro no cotidiano nas ruas, bares e baladas e os subs escravos losers cornos e sissies, E, se você chegou até aqui, certamente faz parte desse segundo grupo.

Então agora decidi que quero resolver os seus problemas! Gosto e proponho um serviço Key Holder para escravos macho betha como você! Vamos ser sinceros, seu pau é pequeno, você tem ejaculação precoce, você nunca deu prazer de verdade a uma mulher, faça uma pergunta a si mesmo, a que lugar esse seu pauzinho te levou? A lugar nenhum…. Então, não seria melhor trancar isso aí numa gaiolinha e ser possuído por uma linda rainha de verdade? Vou ser má quando preciso, severa sempre, mas também vou te guiar e te ajudar nesse seu caminho do qual você quer, pertence e não consegue fugir.

Eu sempre gostei dos meus escravos trancados em cinto de castidade, achava bonitinho vê-los com mais um enfeitinho para me divertir. rs. Sempre me deu muito prazer deixá-los sob a negação e sofrendo, e  decidir quando e como terão algum tipo de prazer ou….. nenhum !  Essa para mim é a maior entrega de um escravo, venha para os pés da sua dona!!!

Chastity castidade controlada

Programas de castração com acompanhamento da Mistress Charlotte, eles podem ser de 1 semana, 1 mês ou até mesmo de um ano quem sabe? Eu vou te treinar, eu vou cuidar de vc, eu vou te possuir, vc será meu, seu corpo, sua alma, seu prazer, o objeto de sua pseudo masculinidade vai pertencer a mim!

Aceite sua natureza de perdedor e comece seu treinamento castidade comigo. Não importa se o seu desejo é ser escravo, corno ou Sissy, eu monto o programa certo para você Loser!

Primeiro passo: você deve adquirir um cinto de castidade de boa qualidade, ou eu posso escolher um para você, em seguida eu te enviarei um cadeado numerado que você terá que lacrar seu pequeno galo. Poderemos proceder de diversas maneiras, você, terá que enviar uma foto todas as noites antes de dormir do seu pau bloqueado do lado de um documento que comprove a data do dia (jornal, computador), ou podemos agendar sessão via webcam, onde você provará a mim que continua casto, mas eu prefiro mesmo ter com você sessões semanais onde poderemos compartilhar as dores e os prazeres dessa nossa viagem e incrementar seu novo estilo de vida com punições que te colocarão no lugar ao qual você pertence, se combinarmos um programa com sessões reais, poderemos tirar você do cinto para higienização e depilação, você também poderá se aliviar (caso eu permita) e concederei descontos caso fecharmos um pacote a longo prazo.

click keyholder  preencha o formulário para ser avaliado. Se você for aprovado, será controlado e casto sob meus comandos. Mostre para o mundo e para sua Mistress o quanto esforçado você é! 

​Plug anal de metal: várias sensações em um único brinquedo

Você já usou plug anal de metal?

Vou te contar aqui umas coisinhas para te ajudar nessa decisão.
Os brinquedos de qualidade feitos em metal, em sua maioria são feitos em metal inoxidável para que não descasquem e ou enferrujem, para que assim sejam totalmente seguros para penetração.
Podem ser lavados com praticamente todos os tipos de produtos com exceção de produtos corrosivos e abrasivos, tais como esponjas, água sanitária e similares.
Bom, agora vamos a parte divertida.
O plug anal de metal é pesado, então para quem vai usá-lo, a prática do pompoarismo anal estará presente, mesmo que a pessoa não saiba as técnicas para fazê-lo. Basicamente, o usuário precisará usar a musculatura do anel anal constantemente para fazer com que o plug fique dentro; e deixar descer com o peso (sim, o plug de metal é pesado) e depois fazer ele subir novamente para dentro do ânus pode ser uma brincadeira muito divertida e as mãos ficam livres para serem usadas em outras partes do corpo ou até mesmo, ficarem presas para que a Charlotte possa comandar todos os movimentos do sub que irá utilizar esse brinquedo com ela.
Outro ponto que é muito bom dos produtos de metal é a possibilidade da alteração térmica deles, por ser uma matéria prima condutora de energia.
Se colocar embaixo de uma torneira com água bem quente ou até mesmo dentro de um recipiente com água quente, o metal ficará aquecido e a penetração será mais fácil, pois o calor ajuda a relaxar a musculatura e consequentemente, a penetração fica mais fácil e menos dolorosa, para quem sente dor.
Se quiser dificultar um pouco a história para quem irá ser penetrado com o plug, use água fria ou gelada… quanto mais fria, melhor. O frio faz a musculatura contrair e então, o ânus ficará tenso e a penetração será mais difícil, fora a sensação do corpo quente com o metal frio que será uma deliciosa surpresa.
Descobrir novas sensações é sempre uma delícia. Você pode inclusive ficar com dois recipientes ao seu lado (um com gelo e outro com água bem quente) e ficar alternando durante várias penetrações seguidas. Coloque no recipiente com a água bem quente e penetre o plug, assim que sentir que o plug começou a perder o calor, retire-o e coloque-o no recipiente gelado e penetre novamente. Vá brincando e descobrindo as sensações que virão com essa brincadeira e divirta-se!
Todo brinquedo pode ser compartilhado, mas para isso use sempre camisinha. No caso do uso da camisinha, a tendência é que as sensações sejam mais suaves. Coloque a camisinha após retirar do recipiente com a temperatura escolhida para não danificar o latex.
Fiquem atentos para as próximas dicas!
Se quiserem saber de algo especial, comentem aqui embaixo 😉

Pônei e raposinha em construção 

Um pônei e uma raposinha em construção! Além de várias outras cositas,  castidade que adoro, inversão, dog play, spanking, podolatria e muito tease and denial. Sessão delícia recheada de sensações novas, com minha aprendiz sub Candy se descobrindo tambem como switcher e meu sub F.

Meu body em latex, novinho que ganhei estava na lista de desejos. Amei.

Beijinho no pintinho, por bom comportamento, mas só beijo se tiver engaiolado!

Massagem nos pés, adoro.

merdinha há 3 dias casto

Pra quem com certeza irá me perguntar: não esse não é o meu corninho oficial, esse é o trouxa turista, o merdinha. Que fica mais fora de São Paulo que outra coisa. Já está há 3 dias em castidade. Quarta-feira agora está marcada a nossa sessão, será que eu devo tirar o cinto ou deixar mais um pouco? Afinal um merdinha desses não merece e nem tem razão de ficar com o pauzinho dele inútil solto por aí. rs