Entregar o controle a outra pessoa: experiência “libertadora” – parte 1

Dominadora profissional São Paulo

Vou abordar a questão do CONTROLE dentro do universo BDSM. Nessa primeira parte, em uma leitura curta para que nas próximas publicações você possa acompanhar e compreender um pouco mais sobre o assunto.

 

Entregar o controle a outra pessoa é uma experiência muito “libertadora”. O que quero dizer é que liberdade e responsabilidade são dois lados da mesma moeda. Mas enquanto a liberdade é boa, a responsabilidade é muitas vezes estressante e desgastante. Ao desistir da liberdade, um submisso pode se sentir “liberto” da responsabilidade e, portanto, livre do estresse que o acompanha, mesmo que apenas por um momento. Enquanto eles estão sendo controlados, eles não precisam mais se preocupar com qualquer outra coisa. De repente, tudo se torna uma preocupação de outra pessoa, e isso faz com que se sintam melhor.
O controle também pode ser um grande fator para as pessoas dominantes, mas na direção oposta. Ser dado controle sobre a vida ou o corpo de outra pessoa pode parecer muito fortalecedor. O conhecimento de que agora você tem poder sobre outra pessoa, e eles não apenas aceitarão de boa vontade, mas de bom grado, a sua vontade, é muito estimulante.
Outro tema comum no bdsm é a confiança. De muitas maneiras, todo bdsm é um exercício de suprema confiança. O submisso está confiando que o dominante vá tão longe e não mais, e proteja o submisso de danos indevidos. Para um submisso, ser capaz de confiar em alguém tão profundamente que você está disposto a literalmente colocar sua vida em suas mãos é muito excitante. E para um dominante, ter alguém em sua vida que esteja disposto a lhe dar esse tipo de confiança também.

Dog play Fetish – fotos e filmagem da sessão em 360°

dogplaybdsmbrasil

Já imaginou você poder sentir-se como estivesse junto em uma sessão minha com um escravo?

Sigam-me • Follow me Instagram/ Twitter

Recentemente tive minha conta do Instagram com quase 25 mil seguidores excluída, sigam o novo perfil que criei, é: https://www.instagram.com/mistress.charlotte/ 

E meu Twitter também: https://mobile.twitter.com/charlottekdomme

Integração Femdom – Mistress Damazonia (From Canadá) e Mistress Charlotte

Há tempos quem me acompanha sabe, adoro a experiência Femdom com amigas Dommes. Existe uma troca imensa de conhecimento, isso aumenta a bagagem BDSM na prática além claro de ser bem divertido!

Sempre tive referências nacionais e internacionais por outras prodommes e admiração pelo trabalho de algumas em especial. E não é que 2019 já começou com uma grande surpresa. Ano passado tive o privilégio de conhecer a Mistress Adrienne em NYC, e este ano a Mistress Damazonia do Canadá.

Lindas, poderosas e malvadas Hahaha

Foi maravilhoso, que experiência! Algumas fotos desse dia especial, integração Femdom onde todos nós só temos a ganhar.

Mistress Damazonia apenas essa segunda feira 14/01 em São Paulo – sessão em dupla com Mistress Charlotte

Em São Paulo a diva Mistress Damazonia. Poucos horários disponíveis para sessões em dupla, apenas 14/01, segunda-feira.

mistresscharlottek@gmail.com

mistressdamazonia@gmail.com

.

Just Monday 14/01

Ready to serve these two Dommes? #prodommes #dominadoras #dobletrouble

http://mistressdamazonia.com/

Quer assistir a 2 vídeos meus exclusivos?

Quem abre a porta para o universo BDSM e fetichista e se permite entrar? Esse é o meu lifestyle. Me permiti e sempre irei sem medo ou pudor. Quer assistir a 2 vídeos meus exclusivos? Sessão real – uma experiência completa de dominação, a relação de uma domme com seu escravo. Tudo no www.xplastic.com.br pra vocês assistirem!
IMPORTANTE:
É apenas para ASSINANTES. Tenha acesso a esse conteúdo exclusivo e muito mais! Para pedir o seu código promocional de 25% de desconto na assinatura do site www.xplastic.com.br, preencha o formulário abaixo:

 

 

 

Dica da Charlotte – Salma Hayek e Quentin Tarantino protagonizando uma das melhores cenas fetichistas do cinema.

Salma Hayek e Quentin Tarantino protagonizando uma das melhores cenas fetichistas do cinema. Há quem diga que o diretor é fã realmente de pezinhos, dá para observar isso em outras obras dela como Kill Bill, Pulp Fiction com closes nos pés da atriz Uma Thurman.

O filme em si, Um Drink no Inferno, pode não agradar a todo mundo, mas vale ele todo por essa cena.  No youtube a trilha está correta e tem a cena completa, aqui só tem um pedacinho e a música é outra.

Crossdresser Pony training – Prodomme Session

TODAS AS FOTOS E GRAVAÇÕES SÃO CONSENSUAIS!! NÃO SÃO OBRIGATÓRIAS DURANTE A SESSÃO!

Foi uma ótima noite, a Domme V. combinamos de treinarmos a Crossdresser dela, a prática central escolhida foi poney play, para nos divertirmos com a Priscilla Cross! Óbvio que assim como a maioria dos fetiches no Universo BDSM nunca vem sozinho e sim acompanhado de uma ou mais práticas, a depender das preferências de todos envolvidos.

Nesse caso, rolou também inversão, dominação psicológica, tease and denial, humilhação verbal, feminização e fisting.

** PONEY PLAY DEFINIÇÃO: O pônei é uma atividade de BDSM que envolve dramatização de papéis com um participante desempenhando o papel de pônei e seu patrono atuando como seu cavaleiro ou treinador. O foco do pônei é o tratamento do pônei, das ações do pônei e do estado mental do pônei, em vez de parecer um pônei. O pônei é frequentemente de duas pernas. Gags bit, freios, botas hoove, selas, chicotes, arreios e rabos de butt estão disponíveis para completar o visual pônei. Aos desavisados, em nada tem haver com a prática de zoofilia.

Fonte: https://www.kinkly.com/definition/6188/pony-play

 

 

 

 

Priscila Cross aprendeu a trotar e quando foi do nosso interesse e diversão rebolou como o de costume, ao nosso olhar muito atento