Sessão em Brasília – Domme enfermeira e paciente

Fotos da sessão em Brasília. Meu paciente ficou a tarde toda sendo examinado e me servindo com esse fetiche delicioso de Medical play.

image

image

image

O motel que escolhi, com a suíte sado claro, rolou muito Ass play, bondage, entre outras coisitas más! Olha as fotos da minha mesa, e do enema que fiz no rabinho dele!

image

image

image
image
Malinha recheada! Hehehe

image

Prontinha esperando meu paciente. Essa roupa em látex by Just Lust sexshop. Amo ❤

e depois pra fechar chamamos a Beatriz. Uma linda transex acompanhante.

image

image

image

Rio, frio, escravo e vinho.

image

Pra quem tentou me desanimar com o frio, não conseguiu, eu adoro o frio. Mesmo o sendo o Rio de Janeiro uma cidade tipicamente pra curtir a praia, o sol e aquela água de coco geladinha! Curtir o inverno carioca com vinho e escravo me servindo, foi muito bom. Primeiro dia meu escravo veio com o rabinho enfeitado pra mim, com esse lindo plug jóia da foto. Adorei.

image

Foi a tarde toda praticamente, aprendendo a ser escravinha,  em treinamento.

A noite, passeio com outro escravo pela Lapa.
Foi super querido cuidando da sua dona , sessão com muita podolatria, ass worship.

Dia seguinte: aquela ressaca. Haha
Meu / minha outra escravinha em treinamento , está montando a minha coleção de luvas, já tenho várias cores, dessa vez foi a cor roxa. Olha só eu trocando as luvas, tirando as vermelhas pra colocar as novas.

image

Uma foto da minha sissy me servindo: Lavou louça, tirou o lixo, fiz shibari e Ass play, privação de sentidos com a mordaça menor (do meu kit com vários tamanhos) estou ensinando ela a ser mais resistente.

image

A noite, meu escravo todo delícia,  trouxe meu jantar onde ele pôde ficar aos meus pés enquanto eu jantei. Um pouco de cbt, trampling, spanking leve.

image

Já me programando para a próxima viagem pro Rio !

De corno a sissy

Corninho antes de ser amarrado, chupou meus pezinhos, apanhou na bunda e na cara pra aprender a não ser insolente e lembrar que é meu capacho, pra oque eu quiser fazer com ele.

image

image

image

image

Joelhinhos todos vermelhos!

image

image

image

image

Fotos sessão dominação no RJ – bondage, cock Cage eletrochoque e outras coisitas “más”

Eu tirando uma selfie antes da sessão enquanto o escravo estava no elevador do flat em Copacabana,  onde fiquei dessa última vez.

image

Vou falar um pouco sobre o Cock Cage, que usei nesse dia, como podem ver na foto abaixo trata-se de um acessório específico que emite ondas leves a moderadas, de eletrochoque; (eletroestimulacão) no pênis e testículos.

Usa-se assim:

image

Quase como colocar um cinto de castidade. Eu pretendo fazer um vídeo mostrando isso mais pra frente. Eu tive um pouco de dificuldade, pra quem estiver iniciando esse video será bem útil.
Acho engraçado nos vídeos fetichistas, já aparece td pronto, escravo amarrado etc.. rsrs não aparecem essas preparações, que fazem parte e são muito excitantes! E que precisamos saber como é que se faz… Enfim….

A seguir, a forma que NÃO é correta, porém eu testei e também dá certo. Segundo o escravo a intensidade foi um pouco maior, devido o Cock Cage não estar tão rente a pele (e sim, um pouco largo).

image

Olha só a próxima foto , improvisei em dois ganchos de rede pra descanso, e amarrei os dois braços, claro que como ainda estava transformando ele em putinha, fiz uma feminilizacão leve e não completa com todos os detalhes, coloquei apenas a camisola, a calcinha e uma máscara de látex que é demais!!! A mordaça que vem acoplada nela, é um mini-pau que fica pra dentro da boca do escravo (depois ou tiro foto dela pra postar aqui). Muito legal!

Detalhe para bundinha dele, levantei a camisola pra mostrar!!! E exibir o rabo desse escravo em treinamento:

image

Essa sessão na verdade durou 2 dias, pois ele voltou no dia seguinte. Quero deixar claro que sempre em todos os posts que houverem relatos de sessão :

1 – todas as fotos são tiradas de forma consensual
2 – sem mostrar o rosto ou qualquer marca que possa identificar o escravo
3 – ao final da sessão todas as fotos são “filtradas” por mim e pelo escravo, onde ficam muitas apenas para visualização de ambos, e não para a publicação no blog
4 – todos os acessórios são devidamente higienizados dependendo do seu material, desde o simples lavar com água e sabonete antibactericida, água fervendo, álcool 70, ou um produto específico chamado TOY CLEANER.
image

Mas isso é assunto pra um novo post apenas pra falar sobre higienização dos acessórios. Extremamente importante!

Tudo bem aí embaixo? escravo

image

As solas estão precisando ser limpas, faça o seu trabalho escravo.

Chamada oral no meu escravo

image

Essa sessão foi ótima com meu escravo futuro corninho, estamos evoluindo para isso pois no final foi assim que ele gozou. Com a minha autorização claro,  ouvindo de joelhos todas as besteiras imagináveis que eu fui dizendo ao pé do ouvido, foi se masturbando com aquele pintinho minúsculo dele. rsrs
Sabendo que não serve pra mim, ele já está ciente de que vou levá-lo a um swing de coleira como um cãozinho acompanhando fielmente a sua dona e  assim escolher um macho de verdade para me satisfazer!
Mas vou contar desde o começo. Ele é masoquista mesmo, delícia eu adoro, se não fosse um detalhe… aliás que faz toda a diferença: Ele tem restrição quanto a marcas. Na sessão anterior a essa usei muito o meu cane de bambu, nas solas dos pés dele, que sentiu toda a minha frustração por não poder bater em outras partes, sofreu bastante pois não tive dó! Concentrei todo o canning** nessa região. Esse acessório, o cane, exerce muita pressão em uma área pequena, onde ocorre rupturas de vasos e consequentemente, marcas. E muita , muita dor!
Mantemos contato depois nos falando eventualmente, até que pudesse surgir uma oportunidade na agenda dele e que então eu também tivesse a disponibilidade para uma nova sessão. Para me agradar ele disse que procuraria algo que eu pudesse usar em qualquer região do corpo sem me preocupar muito com a intensidade etc. E olha oque ganhei:

image

image

Um kit de cane com um material flexível e de vários milímetros e formas! Pela flexibilidade não é tão resistente quanto o feito de bambu, esses podem quebrar mais facilmente. Mas são lindos e incríveis !!! Eu amei! Enfim, comecei a chamada oral como tinha dito pra ele que teria, o fiz estudar meu blog os dois últimos meses! Eu gosto às vezes de ocupar meus escravos com atividades extras, se preparando pra sessão, enfim…. 20 perguntas, claro que a maioria fiz em um nível de detalhes absurdos pra ele errar mesmo! Escrevi num papel as perguntas e respostas e ia tirando uma a uma. Se ele acertasse a resposta, a contagem eram apenas 3 vezes, se errasse eram 7 vezes!

image

image

Tentei fazer com uma intensidade leve e fui aumentando aos poucos, observando , até que as marcas começaram a surgir mesmo que leves (até o final do dia sumiriam) , mas ai voltei para as solas! Todo o castigo das respostas mesmo que certas ou erradas, eu fui testando todos os modelos de cane e me divertindo muito com tudo! Na intensidade que eu faço não haveria material que não deixasse marcas. Toalha molhada funciona melhor. Rsrs 3:)

Ah! Tinha mais dois presentes: um acessório muito legal pra CBT que é muito útil também para deixar o escravo sem chance de se levantar, daí veio o nome “humbler” pra quem nao sabe significa humilde. Segue foto ilustrativa (sim essa não sou eu e esse não é ele). Adoreiiii

image

O segundo presente. Antes de contar preciso dizer, é muito bom ter submissos sempre prontos a te deixar feliz, em uma das nossas conversas até que marcassemos a sessão de hoje, eu disse sobre algumas fantasias e coisas do universo bdsm que me interessavam e “voailá” ganhei um aparelho eletrochoque! 😍😍😍

image

Submisso de verdade sempre vai investigar sutilmente o que melhor agrada a sua Dona. Vai surpreendê-la com presentes, palavras ou pequenos gestos. Sem que seja preciso mandar, pedir, ele faz isso apenas por 2 motivos: para fazê – la feliz e simplesmente por saber o seu lugar.

Sessões de dominação – FOTOS

 

 

 

20150501_155002 unnamed (2)

Screenshot_2015-04-21-06-42-46-1

Quero deixar claro que todas as fotos foram tiradas de forma consensual e a identidade de todos os fotografados são mantidas em total sigilo.