Primeira sessão no meu estúdio Femdom House Br – Sissy Training

Lembrando que todas as fotos são consensuais! Venho compartilhar com vocês um pouquinho do que rolou na primeira sessão no meu estúdio Femdom House Brasil.

Convidei a Diva Mistress Mahara para se divertir também e ajudar no treinamento dessa Sissy pra lá de assanhadinha. risos. qie fez o tipo tímida mas no final se revelou.

A primeira coisa: assim que a sissy chegou já foi para a gaiolinha (cinto de castidade), isso precisa ser feito antes de mais nada, para que logo de cara já saiba o porque estava ali e quem assume o controle dali em diante. Em seguida, mandei que tirasse aquelas roupas inapropriadas e olhasse o presentinho dela em cima do sofá. Uma lingerie rosa a cor favorita da cadelinha. Feito isso, comecei a com a montagem, para que quando minha amiga chegasse a Sissy já estivesse pronta, até então cadela vira lata sem nome… Para ridiculariza-la o look foi escolhido a dedo. Quem sabe a próxima ela será vestida de forma mais elegante, que particularmente eu gosto mais. Por enquanto não merece. rs

Eu e Mahara, nos divertimos muito com a cadelinha, com spanking para ela aprender a não atrasar e para aprender a rebolar direito. Rolou tortura nos mamilos, tapas na cara, a fizemos a cadelinha desfilar e óbvio demos muitas mas muitas risadas do seu pauzinho (que como a Mahara achou mais parecia um grilo de tão pequeno rs)… cuspes simplesmente porque gostamos mesmo de humilhar vadias desse tipo. ah com direito a gag na boca também. Imaginem que divertido tudo isso???

A parte mais marcante foi o treinamento com dilatação anal e ensinamos a cadela a chupar uma rola, um dildo na boca e dilatação anal no rabinho ao mesmo tempo hahaha eis que ela fica toda assustada em ser arrombada e diz não aguentar, mas no final implorou por uma rola 3 x maior que o plug, vai entender essas vadias que fazem o tipo boa moça recatada  kkk

Implorou fininho e de joelhos para sentar na rola, até que deixamos e estou rindo até hoje das perninhas dela tremendo e sentando, acha que é fácil é? hahaha Mas não tem problema não que a gente ensina……….

ah e agora a cadela vira lata tem um nome, Susy assanhadinha hahahahaha

 

 

Fotos do evento – A Confraria das Dommes

Confiram um pouco do que rolou na nossa festa dia 06/10! Foi realmente incrível, muita diversão, amigos e amigas queridos, escravos, sissys, som incrível, apresentação de shibari com Toshi, sorteio de peças do ZP Látex, cenas fetichistas, drinks ótimos e comidinhas deliciosas, o pessoal da casa Dominatrix Bar maravilhosos, acessórios Lord Steel eeeeeeee claaaaaaaaro o lançamento do nosso calendário das dommes 2019!!! Ufa! rs como faz pra voltar? Ou melhor já queremos a próxima!

Para quem não entendeu e ainda está se perguntando: O que é a Confraria?

A Confraria das Dommes foi criada por Mistress Charlotte há cerca de 2 anos, com o objetivo de desmistificar e promover o universo fetichista de forma saudável, tentando trazer uma nova visão para a sociedade quanto ao fetiche/BDSM ainda tido como uma cultura de margem.
O Calendário:
Para essa primeira edição de 2019, participarão 9 Dominadoras Brasileiras: Mistress Charlotte, Mistress V-Black, Madame Elis, Rayssa Garcia, Dominatrix Amy Addams, Rainha Vivi, Domme Dianna, Lilith Corax, Valentina Severo e a Dominadora Internacional Mistress Adrienne. Recheado de muito fetiche, látex, couro e saltos.
As Dommes mostram a que vieram com toda a sua sensualidade e muita atitude em cima de duas rodas, em motocicletas como Harley-Daividson e BMW.
O vento no rosto transmite a liberdade é a essência da temática do Calendário das Dommes 2019. Devemos ser livres e acima de tudo respeitadas por nossas escolhas e estilo de vida.
calendário das dommes foto
*fotos apenas consensuais do evento A Confraria das Dommes, que aconteceu dia 06/10 no Dominatrix Bar

Water Game

Comemorei meu aniversário ontem com F. Embora meu aniversário seja somente segunda feira. Eu já havia avisado que eu queria algo especial. Além do que sempre é. Escolhi o motel Belle, suíte luxo hidro erótica. Na rod. Raposo Tavares, longe mas um capricho a ser cumprido por um servo tão fiel. Chegando lá (após darmos uma enorme volta por que ele é míope para placas!). Ganhei o meu presente, uma sandália lindíssima da Arezzo. Ele já me conhece muito bem e devo confessar acertou na escolha.

image

Claro já o fiz tirar minhas meias pretas 7/8, desenrolando e cheirando as minhas pernas, até chegar nos pezinhos. Beijou vagarosamente cada um e vestiu as sandálias. Que ficaram lindas nos meus pés!

A suíte era temática sado, tinha a chamada cruz de santo André, onde pude prendê-lo e fazer o que eu bem quis. Como sempre.

image

Mas antes, mandei que ele sentasse na cama, coloquei a venda em seus olhos e o deixei ali por uns instantes imaginando oque eu fazia mexendo na mala pegando algo de lá ou trocando meu o look para látex, corset, couro, ou outras fantasias. Porém, permaneci com a mesma roupa, um vestido retrô azul e as sandálias novas. Peguei apenas o meu chicote, coleira e algemas.

Me aproximo e começo a desabotoar calmamente a sua camisa enquanto sussurro em seu ouvido e mordo orelhas, pescoço.

– Não adianta resistir, você já é meu. Sabe disso…

Deslizo as minhas mãos em seus mamilos e aperto.
Sigo desabotoando e arranco-lhe toda a camisa. Despindo ele de si mesmo. De seus possíveis pudores ou resistência, ou da realidade. Preparando o seu corpo e sua alma para submeter-se completamente a mim.

Seguro seus cabelos, firmes entre os meus dedos e vou puxando levemente seu rosto em meu ventre, ele sente o cheiro da sua Rainha, e eu sinto um suspiro profundo. Depois prendo forte o seu rosto até que ele quase ficasse sem ar. Solto-o e com um toque ele cai na cama pra trás.

Vou trazendo ele pro meu mundo. Vamos entrando nessa realidade nossa e ficando tão livres de todo o resto. Menos uma coisa é inversa: ele vai sentindo-se cada vez mais preso a sua dona. E eu ainda tinha colocado as algemas…

Tiro sua calça e cueca. Vejo seu membro que está rígido. Tiro a venda coloco a coleira. E o levo até a cruz o colocando-o de frente.

Prendi ele calmamente observando os seus batimentos e a sua respiração ofegante. Chicote estalou em suas coxas. Contei apenas 3 bem fortes em cada perna.

Disse bem perto do seu ouvido:

– Quem é que manda aqui, heim? Diga!
– a Senhora, Rainha. Adoro a Senhora…

Aproximei-me para morder os seus mamilos e notei algo molhando o meu vestido.

– você está sujando o meu vestido! Perdeu o juízo!?
– desculpe Rainha, perdão, perdão.

O castigo foi intenso, por esse abuso. Mas achei pouco. Tinha outros planos pra ele e depois de soltá-lo. Water game!

image
(Imagem ilustrativa)