Tag: prodomme são paulo

Ah faz qualquer coisa pra eu deixar? Você faz qualquer coisa pra mim de qualquer jeito, esqueceu disso escravo? (risos)

 

Estreando o meu brinquedinho novo e essa sandália lindíssima! Como sempre muita diversão. Podolatria, slap face, tease and denial e inversão de papéis. Adoro.

Olha o seu lugar escravo bem aqui na minha frente de joelhos, adorando a sua dona e me servindo como eu bem desejar.

  • Quero massagem
  • Limpe meu salto
  • Balança o rabinho pra mim?
  • Vem colocar a sua calcinha nova que eu trouxe pra você
  • Ah, a coleira também
  • Olha onde é o seu lugar bem aí embaixo
  • Você limpou bem o rabinho? limpe de novo!
  • Trás o meu vinho escravo
  • Acenda o meu cigarro
  • Trás o cardápio pra mim
  • Quero descansar os meus pés
  • Fique aí embaixo sendo meu tapete
  • Beija meus pézinhos um pouco
  • Vista as sadálias novamente
  • Limpe as minhas sandálias, com a lingua claro
  • Vamos conferir se o rabinho está habitável….
  • Engole meu brinquedinho enquanto converso com a minha amiga no telefone
  • Responde pra ela que você é uma cadela de boca cheia haha
  • Quero estrear meu brinquedinho novo em você daqui a pouco
  • De franguinho assado
  • Agora de quatro
  • Gemendo fininho até eu enjoar
  • Enjoei
  • Quer gozar? Oque não entendi?
  • Implore mais
  • mais um pouco…
  • Ah faz qualquer coisa pra eu deixar? Você faz qualquer coisa pra mim de qualquer jeito escravo, esqueceu disso? (risos)

 

Para tudo uma só resposta:

– Sim Senhora, Madame.

PARA ALÉM DA DOR: FETICHES, PRAZER, PODER E ENTREGA.

Entrar nesse universo está muito além da dor: fetiches, prazer, poder e entrega.

Sim esse post vou iniciar com o próprio título, oque você se permite sentir, além de todos esses aspectos são: estímulos sensoriais, emoções e sensações diferentes de tudo oque o seu cotidiano exige. É como se fosse uma válvula de escape uma libertação. Mas isso vai mexer com você, mexer com você de verdade. Porém somente é possível acontecer com consciência, com confiança e o máximo de informações, até mesmo para quem já se julga experiente.

Através do meu site tenho essa possibilidade de falar um pouco sobre mim e esperando assim receber exclusivamente o contato de pessoas que pensam da mesma forma.

Não quero aqui impor nada (ainda), pois cada um tem um livre arbítrio. Porém ao fazer uma escolha e sim escolher me servir, você entrará num mundo a parte do que entrou, é como se você acessasse a porta 1 que é decidir entregar-se, esse caminho te leva a outras portas, e aqui você está batendo a minha porta, ao meu universo de fetiches do meu jeito particular de conduzir tudo. Onde você deixa do lado de fora da porta o seu livre arbítrio. Aqui dentro os meus fetiches os meus desejos estão em jogo, não existe certo ou errado. Apenas oque é seguro pode definir o certo ou errado, é o que é seguro fisicamente e mentalmente dizendo. A forma como tudo é feito é única e exclusivamente minha escolha.

Vou te dar os caminhos por onde você pode andar. Guiar por entre os labirintos que você pode se perder. Entre os teus medos e fetiches.

E te apresentar novas portas. Todas essas portas são os meus fetiches e que são muitos. De alguma forma talvez você poderá me atender. Por isso você deve apresentar-se, assim saberei discernir para qual finalidade será mais útil a mim. Qual será sua utilidade? Seus atributos para adentrar ao meu mundo? Para qual porta irei levá-lo?

 

 

De volta a São Paulo – Agenda aberta para sessões agora COM LOCAL

O que dizer sobre 10 dias em New York? Simplesmente demais! Desde o Central Parque, Times Square, Brodway musical Wicked maravilhoso,  Woody Allen tocando jazz no Café Carlyle, subir nos observatórios Word Trade, Rockefeller, Empire State…. tomar um drink no restaurante Skylyrk com uma vista linda no topo do hotel, fazer novos amigos… andar pelo soho, mais jazz, a ponte do Brookyn ainda mais linda durante a noite… conhecer as avenidas chiquérrimas com muito glamour, conhecer também o underground… E arte também com os museus, bibliotecas, igrejas….  Entre um passeio e outro algumas sessões, lojas com acessórios BDSM e roupas para cair o queixo mesmo de qualquer fetichista. Amei poder conhecer a Mistress Adrienne, que mesmo passando por tempos difíceis conseguiu me encontrar e passamos algumas horas juntas no domingo, por East Village onde pude conhecer Washington Square e lojas de punk rock para mais algumas comprinhas. Não podia ter encerrado essa viagem de forma tão incrível. Ela é fabulosa e poderosa!

Vou publicar algumas fotos da viagem agora e aos poucos todas. Já quero avisar também que a agenda em São Paulo já está aberta. Não esquece de agendar com antecedência porque depois não adianta chorar. rs Sempre faço uma avaliação rápida antes de passar o valores, as perguntas mais básicas que você pode e já deve enviar para facilitar o nosso contato são essas três aqui: a sua idade (não marco com menores de 21 anos), seus fetiches e seus limites. Se tivermos compatibilidades passo maiores detalhes e marcamos a sessão.

Estou com local próprio provisoriamente, na região central de São Paulo. Até novembro onde tenho a previsão de concretizar esse grande sonho da minha própria dungeon: a Femdom House. Colabore $$ para deixá-la ainda melhor! Pergunte-me como por E-mail passarei mais informações.

Endereço do local novo (em breve publico fotos aqui no site): Av 9 de Julho, 571 Bela Vista São Paulo – SP ** Discrição e higiene asseguradas. Podemos marcar em hotéis e motéis como venho fazendo, clicando em Local você terá acesso há algumas opções.

PS: Link para colaborar com a campanha da Mistress Adrienne contra o câncer —>>> https://www.gofundme.com/healingjourneyofadominatrix

Meu email para informações sobre sessão e caso queira ser um colaborador, realize doações para que a Dungeon Femdom House fique pronta e linda com tudo e mais um pouco!

–>>>mistresscharlottek@gmail.com OU Whatts app +55 11 98687-0248 (apenas texto e só respondo em horário comercial).

Dominadora profissional São PauloDominatrix São PauloMistress AdrienneMistress Charlotte Dominadora Profissional São Paulo (1)Mistress NYCProdomme Sao Paulo

Contagem regressiva para a minha viagem. New York City em breve!

dominadora profissional

Explorando a minha sensualidade enquanto o escravo nada pode fazer a não ser admirar.

EM SÃO PAULO ATÉ 11/04. NEW YORK CITY ATÉ 23/04. RETORNO PARA SÃO PAULO EM 24/04. CONTATO: MISTRESSCHARLOTTEK@GMAIL.COM

 

Pode lamber meu pézinho!

Rainha Charlotte Dominadora São Paulo domme

Sessão de ontem, meu escravo me servindo, eu tomando meu bom vinho malbec e ele aos meus pés!

Fotos sessão dominação no RJ – bondage, cock Cage eletrochoque e outras coisitas “más”

Eu tirando uma selfie antes da sessão enquanto o escravo estava no elevador do flat em Copacabana,  onde fiquei dessa última vez.

image

Vou falar um pouco sobre o Cock Cage, que usei nesse dia, como podem ver na foto abaixo trata-se de um acessório específico que emite ondas leves a moderadas, de eletrochoque; (eletroestimulacão) no pênis e testículos.

Usa-se assim:

image

Quase como colocar um cinto de castidade. Eu pretendo fazer um vídeo mostrando isso mais pra frente. Eu tive um pouco de dificuldade, pra quem estiver iniciando esse video será bem útil.
Acho engraçado nos vídeos fetichistas, já aparece td pronto, escravo amarrado etc.. rsrs não aparecem essas preparações, que fazem parte e são muito excitantes! E que precisamos saber como é que se faz… Enfim….

A seguir, a forma que NÃO é correta, porém eu testei e também dá certo. Segundo o escravo a intensidade foi um pouco maior, devido o Cock Cage não estar tão rente a pele (e sim, um pouco largo).

image

Olha só a próxima foto , improvisei em dois ganchos de rede pra descanso, e amarrei os dois braços, claro que como ainda estava transformando ele em putinha, fiz uma feminilizacão leve e não completa com todos os detalhes, coloquei apenas a camisola, a calcinha e uma máscara de látex que é demais!!! A mordaça que vem acoplada nela, é um mini-pau que fica pra dentro da boca do escravo (depois ou tiro foto dela pra postar aqui). Muito legal!

Detalhe para bundinha dele, levantei a camisola pra mostrar!!! E exibir o rabo desse escravo em treinamento:

image

Essa sessão na verdade durou 2 dias, pois ele voltou no dia seguinte. Quero deixar claro que sempre em todos os posts que houverem relatos de sessão :

1 – todas as fotos são tiradas de forma consensual
2 – sem mostrar o rosto ou qualquer marca que possa identificar o escravo
3 – ao final da sessão todas as fotos são “filtradas” por mim e pelo escravo, onde ficam muitas apenas para visualização de ambos, e não para a publicação no blog
4 – todos os acessórios são devidamente higienizados dependendo do seu material, desde o simples lavar com água e sabonete antibactericida, água fervendo, álcool 70, ou um produto específico chamado TOY CLEANER.
image

Mas isso é assunto pra um novo post apenas pra falar sobre higienização dos acessórios. Extremamente importante!

Ponêi Play – Harness

11750986_960931747261675_947558655_o

Foto do meu novo acessório que está pronto, estou aguardando chegar! Essa Harness linda para Pônei play. Mais uma peça linda produzida pela equipe wz fetish!          http://www.wzfetish.com/

Antes de mais nada aqui vai uma breve explicação: O pony play é a prática onde homens adultos e ou mulheres que deseje ser um cavalo humano ou deseje montar, treinar e ou possuir um cavalo humano. E antes que você pense imbecilidades, em nada tem haver com zoophiles (atração sexual por animais).

Testando limites

20150606_210326

Como o meu desejo é uma ordem, fomos ao motel classe A na mooca, na suíte temática sado, acho que a única que eu ainda não havia conhecido em SP.

A suíte provavelmente estaria ocupada. Então fiz com que ele certificasse tudo antes, ligou no motel para saber e chegamos bem no horário de saída do casal (às 19:00). Não contávamos que eles iriam adicionar mais uma hora, conclusão:

Aguardamos no estacionamento até as 20:00, o escravo trouxe um vinho ótimo chileno chamado MediaNoche (ele sabe e só trás os melhores), começamos uma sessão podo no carro!

20150606_193412-1

Levou as minhas coisas para o quarto, saiu e ao meu comando entrou, só depois que me arrumei! (claro)

Primeiro mandei que limpasse toda a minha bota, enquanto eu fumava um cigarro bem tranquila! Só pra iniciar, limpou e limpou de novo até que disse que não estava bom … E limpou mais uma vez até que ficou brilhando!

20150606_212849 20150606_212810-1 20150606_212956 20150606_212926

Coloquei a máscara mas deixei a boca e olhos livres. Mais beijos nos pézinhos com meia, sem meia depois. Considero a meia-calça uma lingerie dos pés, as preliminares podo, digamos assim.

Aí eu disse, pode párar, trouxe uma surpresinha pra você capacho. Tampei a visão e deixei lá esperando, e quando ele notou já estava com os pés presos e dedos (com algemas), prestes a iniciar uma nova prática: CBT (Acrônimo inglês de cock and ball torture, refere-se à tortura peniana e/ou testículos), vamos testar os limites desse verme!

Já tinha levado uns tapinhas nas bolas nas outras sessões, uns pisões a la “ballbusting”. Mas dessa vez foi pra valer! O torturador peniano e de testículos além de apertar, vibrava. Brinquedinho novo! Ficou todo esmagadinho mas adorou! Ficou tão duro que eu pensei “Será que vai explodir?” rsrs

Podolatria + bongade + CBT rolando.

20150606_223119 20150606_222332 20150606_223038 20150606_223202 SAM_5992

Vamos testar os limites – parte 2

Spank – Eu estava ansiosa para usar meu flogger novo, e acertar a mão com ele, pois é bem mais longo que os meus e bem mais profissional também, peguei logo o jeito e me empolguei.

Achei que ele fosse pedir a safe, pois não está acostumado com spank, mas está sendo bem disciplinado e logo estará como eu quero, falta muito ainda!

20150606_222529

um comentário

Preparativos

20150505_192711

Sempre conto aqui o durante a sessão,  oque aconteceu. Mas hoje vou contar também o ritual que precede tudo isso. Fico olhando os meus corsets, cintas ligas, lingeries, sandálias, meias… Escolho com todo o cuidado,  pensando em tudo que espero fazer embora seja mais instintivo. Aqueles momentos precisos em  que faço a maquiagem, o batom vermelho, lápis nos olhos, o traçado preciso do delineador,  os meus pensamentos começam a funcionar.  Como uma ignição que começa a funcionar e pega o embalo e ritmo. Mas ainda assim a máquina por ela movida não sabe precisamente o sentido que vai. No caso em especial única coisa certa: a bota! A história foi a seguinte: Escolhi uma vermelha, linda!  Mas o infeliz lerdo demais, foi comprar e meu número (37) estava esgotado! Então escolhi essa outra preta, que não deixou nada a desejar para outra que havia escolhido. Ele comprou de manhã e recebi a tarde. O que “aliviou um pouco a barra dele”

20150505_192836Screenshot_2015-05-05-21-15-10[1]20150505_192844