Testando limites

20150606_210326

Como o meu desejo é uma ordem, fomos ao motel classe A na mooca, na suíte temática sado, acho que a única que eu ainda não havia conhecido em SP.

A suíte provavelmente estaria ocupada. Então fiz com que ele certificasse tudo antes, ligou no motel para saber e chegamos bem no horário de saída do casal (às 19:00). Não contávamos que eles iriam adicionar mais uma hora, conclusão:

Aguardamos no estacionamento até as 20:00, o escravo trouxe um vinho ótimo chileno chamado MediaNoche (ele sabe e só trás os melhores), começamos uma sessão podo no carro!

20150606_193412-1

Levou as minhas coisas para o quarto, saiu e ao meu comando entrou, só depois que me arrumei! (claro)

Primeiro mandei que limpasse toda a minha bota, enquanto eu fumava um cigarro bem tranquila! Só pra iniciar, limpou e limpou de novo até que disse que não estava bom … E limpou mais uma vez até que ficou brilhando!

20150606_212849 20150606_212810-1 20150606_212956 20150606_212926

Coloquei a máscara mas deixei a boca e olhos livres. Mais beijos nos pézinhos com meia, sem meia depois. Considero a meia-calça uma lingerie dos pés, as preliminares podo, digamos assim.

Aí eu disse, pode párar, trouxe uma surpresinha pra você capacho. Tampei a visão e deixei lá esperando, e quando ele notou já estava com os pés presos e dedos (com algemas), prestes a iniciar uma nova prática: CBT (Acrônimo inglês de cock and ball torture, refere-se à tortura peniana e/ou testículos), vamos testar os limites desse verme!

Já tinha levado uns tapinhas nas bolas nas outras sessões, uns pisões a la “ballbusting”. Mas dessa vez foi pra valer! O torturador peniano e de testículos além de apertar, vibrava. Brinquedinho novo! Ficou todo esmagadinho mas adorou! Ficou tão duro que eu pensei “Será que vai explodir?” rsrs

Podolatria + bongade + CBT rolando.

20150606_223119 20150606_222332 20150606_223038 20150606_223202 SAM_5992

Vamos testar os limites – parte 2

Spank – Eu estava ansiosa para usar meu flogger novo, e acertar a mão com ele, pois é bem mais longo que os meus e bem mais profissional também, peguei logo o jeito e me empolguei.

Achei que ele fosse pedir a safe, pois não está acostumado com spank, mas está sendo bem disciplinado e logo estará como eu quero, falta muito ainda!

20150606_222529

Seja feita a minha vontade

IMG-20150607-WA0003-1

“Seja feita a vossa vontade”

Ouvi muito essa frase nesse dia, ou melhor, nessa noite.

E quando saio, olhem a placa na saída do motel Classe A na mooca! Rs bem sugestiva.

Suíte sado linda! A melhor que já fui até agora! Embora não tenha um Pelourinho como no Belle Motel (na raposo tavares), ou uma cela para cativeiro do Motel Magnata (na ricardo jaffet). É muito bonita, tudo novinho e serviço ótimo. Vale a pena conhecer.

E para completar: “Seja feita a MINHA vontade”

Enjoy it!

Dungeon (masmorra)

 

(foto acima ilustrativa) Dungeon é um termo em inglês a sua tradução é masmorra. São espaços reservados e equipados para práticas BDSM.

Atualmente possuo o meu próprio estúdio / masmorra para as sessões BDSM, localizada da Vila Mariana. Agende a sua sessão sendo avaliado por email: mistresscharlottek@gmail.com

masmorra bdsm em são paulo

Acima foto real do meu estúdio para sessões bdsm

A dominatrix dominante ou profissional, muitas vezes, mantém o seu próprio calabouço, ou vários ProDoms podem unir-se em uma instalação comum, muitas vezes chamado de “PRODOM casa ‘, onde eles podem compartilhar funcionários, tais como recepcionistas ou pessoal de limpeza.

Mais recentemente, uma vez que a comunidade BDSM tornou-se mais em evidência, o surgimento quartos temáticos sado em motéis tem sido muito comum, especificamente para os casais a explorar as suas fantasias mais profundamente, sem a necessidade de criar sua própria masmorra.

Algumas dungeons são abertas ao público em uma base da sociedade ou como uma casa noturna. Estes são chamados de “masmorras públicas”, mesmo que eles estão abertos apenas aos membros.

Muitos são bastante elaborados, decorado com móveis caros em estilos de Bauhaus ao barroco, mas até mesmo um armário simples ou sala de armazenamento podem ser usados às vezes como um calabouço.

Quando os clubes ou organizações executar uma masmorra BDSM, uma ou mais pessoas que foram treinados em segurança BDSM são geralmente apontado como “monitores de masmorra” para garantir o jogo seguro e responsável.

Divirtam-se!